Tribunal de Contas do Estado está agindo de forma política, dispara Vice do conselho Municipal do VLT do subúrbio, Jhon Lenon.

0
413

O conselho municipal do VLT do Suburubio Ferroviário de Salvador, chamou de perseguição política a decisão do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Pedro Lino, de ordenenar uma decisão monocrática, para suspensão da licitação para a Parceria Público-Privada (PPP) do VLT do Subúrbio, a obra é do governo do Estado da Bahia. Para o vice presidente do conselho do VLT do subúrbio, Jhon Leno os conselheiros do TCE precisam agir com imparcialidade. “Esse é um momento político o TCE tem que tomar cuidado com essas decisões monocrática de caráter político” observa o vice presidente do Conselho do VLT de Salvador.

 

 

Por: Redação.

Jornal de Olho na Cidade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here